POLÍTICA ANTICORRUPÇÃO

  • Estabelecer as diretrizes e responsabilidades que assegurem e reforcem o compromisso da instituição com as práticas preventivas e de combate à corrupção e outros ilícitos assemelhados estabelecidos na legislação em vigor;

  • Descrever as regras comportamentais a serem seguidas na condução das atividades desenvolvidas pela empresa que garantam a conformidade com as leis contra suborno e corrupção e, em especial, com a Lei Anticorrupção e as regras de prevenção à corrupção e ilícitos assemelhados.

POLÍTICA ANTIDISCRIMINAÇÃO

  • Etnia, raça, cor, religião, gênero, orientação sexual, identidade de gênero, nacionalidade, idade, presença de deficiência, gravidez, informação genética, estado civil, porte ou condição social.

  • Ou outros fatores que possam causar discriminação.

POLÍTICA DE HORAS DE TRABALHO

  • Em atendimento à legislação, a Indústria Têxtil Peixoto Gonçalves S/A Indústria e Comércio realiza um trabalho de conscientização junto aos seus colaboradores, quanto ao limite de sua jornada de trabalho visando à segurança nas operações, respeitando os limites físicos e tempo normal de dedicação as suas funções.

POLÍTICA DE COMBATE AO ABUSO E ASSÉDIO

  • A iniciativa busca implementar ferramentas de enfrentamento e encaminhamento adequado quando confrontados pela temática, na busca por um ambiente seguro e positivo para o melhor desenvolvimento físico, emocional e social das pessoas envolvidas nas ações desenvolvidas pela organização, além de contribuir para uma empresa que valorize a ética, a integridade e a dignidade humana nas relações e na gestão corporativa.
    É nosso compromisso prevenir e combater qualquer tipo de:

  • Assédio moral;

  • Assédio sexual;

  • Violência psicológica;

  • Violência física;

  • Violência patrimonial;

  • Violência de gênero;

  • Negligência ou omissão.

POLÍTICA DE SALÁRIOS E BENEFÍCIOS

  • É nosso compromisso:
    Definir a política salarial e modelos estratégicos de remuneração baseado em competências;
    Desenhar o perfil e competências dos cargos estratégicos da organização;

  • Manter o equilíbrio interno da organização por meio do manual de cargos, responsabilidades e resultados esperados;
    Implantar práticas de Recursos Humanos que otimizem os procedimentos administrativos.

POLÍTICA DE COMBATE AO TRABALHO FORÇADO

  • É nosso compromisso prevenir e combater qualquer tipo de:
    Confinamento físico no local de trabalho – em prisão ou cárcere privado;
    Compulsão psicológica, ou seja, uma ordem de trabalhar reforçada por ameaça plausível de penalidade por descumprimento;
    Dívida induzida (por falsificação de contas, preços inflacionados, valor reduzido de bens ou serviços produzidos, cobrança de juros excessivos etc.);

  • Enganar ou fazer falsas promessas acerca de tipos e termos de trabalho;

  • Retenção e não-pagamento de salários;

  • Retenção de documentos de identidade ou outros pertences pessoais de valor;

  • Violência física contra o trabalhador ou familiares ou pessoas próximas;

  • (Ameaça de) retaliação sobrenatural;

  • Aprisionamento ou outro confinamento físico;

  • Penalidades financeiras;

  • Denúncia a autoridades (polícia, imigração etc.) e deportação;

  • Exclusão de emprego futuro;

  • Exclusão da comunidade e da vida social;

  • Remoção de direitos e privilégios;

  • Privação de comida, abrigo ou outras necessidades;

  • Transferência para condições de trabalho ainda piores;

  • Perda de posição social.

POLÍTICA DE COMBATE AO TRABALHO INFANTIL

  • É nosso compromisso proibir e combater:
    Qualquer tipo de trabalho para menores de quatorze anos de idade.

POLÍTICA DE LIBERDADE DE ASSOCIAÇÃO

  • É nosso compromisso garantir que:
    Os colaboradores possam constituir associações sem qualquer interferência da empresa.
    Ninguém poderá ser compelido a associar-se ou a permanecer associado.
    Seja plena a liberdade de associação para fins lícitos, vetada a de caráter paramilitar.
    Não haja interferência na criação e no funcionamento das associações, bem como não restrinja as hipóteses de dissolução nem vete a associação ou a manutenção desta condição sem a anuência do associado.